A minha viagem no mundo do champô sólido surgiu da curiosidade. Comecei a investigar sobre o assunto há quase cinco anos e a produzir o meu champô sólido há cerca de três. Desde então, entre experiências e ajustes, tenho conseguido sempre produzir à medida da necessidade, contudo, com o trabalho a absorver todo o meu tempo – incluindo aquele que deveria ficar por conta do meu livre arbítrio -, vi-me na necessidade de recorrer à compra de algo que há muito era motivo de orgulho pela autossuficiência.

Comprar champô líquido, cuja composição é maioritariamente água, enfiado numa embalagem de plástico evitável, não era solução, por isso, voltei-me para os sólidos de supermercados, sobretudo pela conveniência. As duas primeiras soluções que experimentei saltaram das prateleiras do Lidl e do Pingo Doce. Entretanto, e uma vez que necessitei de fazer algumas compras num site de cosmética, resolvi adicionar à experiência o da Schwarzkopf e o tão nostálgico Ultra Suave. Todas estas opções são muito acessíveis em termos de preço, sobretudo por serem produzidas em enormíssima escala, mas também pelos ingredientes que contém. Existem no mercado outras opções excelentes e produzidas em menor escala, por marcas portuguesas e que merecem todo o nosso amor. Se a questão financeira não for um entrave, ao escolher marcas com estas características, para além de empoderarem um negócio pequeno (e quase sempre com grandes mulheres por trás), estão também a minimizar a pegada ecológica no que concerne ao transporte.

É importante referir que o meu cabelo é oleoso/normal, apesar de já ter sido profundamente oleoso. Foi a transição para o champô sólido que fez com se tornasse menos oleoso. Combinado com o uso de champô seco, consigo mantê-lo apresentável durante 2 a 3 dias. Para além disso, tenho pele sensível no escalpe, com tendência a feridas e a descamação.

A análise destes champôs abrange 4 tópicos: preço + tamanho, formato + ergonomia, durabilidade e limpeza + efeito no couro cabeludo. Resolvi excluir o aroma desta análise, apesar de saber que é, muitas vezes, fator decisivo na compra. Mas como para mim é irrelevante e os cheiros não se mantém no cabelo, parece-me pouco significativo.

Cien Nature, mandarina e manjericão (Lidl) – para cabelo normal
Preço + tamanho
80g por 2,69€ (33,63€/kg) – está muitas vezes em promoção

Formato + ergonomia
arredondado, encaixa-se bem na palma da mão

Durabilidade
liberta pouco produto de cada vez e, por isso, tem uma boa durabilidade

Limpeza + efeito no couro cabeludo
lava bem, mas de forma um pouco agressiva;
provocou-me uma ligeira desidratação e descamação do couro cabeludo

Observações
não provocou desconforto ao Luís, só a mim, que tenho pele sensível

Be Beauty care, camomila e aveia (Pingo Doce) – para todos os tipos de cabelo
Preço + tamanho
80g por 2,69€ (33,63€/kg)

Formato + ergonomia
quadrangular, muito desconfortável na mão, difícil de manipular

Durabilidade
liberta pouco produto de cada vez e, por isso, tem uma boa durabilidade

Limpeza + efeito no couro cabeludo
lava muito bem, deixa o cabelo solto, sem efeitos adversos

Observações
melhor opção de acordo com o fator qualidade-preço

Schwarzkopf, 7 ervas – para cabelo normal a oleoso
Preço + tamanho
60g por 3,95€ (65,83€/kg)

Formato + ergonomia
oval e espalmado, encaixa-se bem na palma da mão

Durabilidade
excelente, dura imenso tempo, mais do que os champôs maiores

Limpeza + efeito no couro cabeludo
lava muito bem, deixa o cabelo solto, sem efeitos adversos

Observações
tem um aroma muito atrativo (que não se fixa no cabelo) e é o meu preferido desta seleção

Ultra Suave, tesouros de mel – para cabelo quebradiço e com danos
Preço + tamanho
60g por 4,95€ (82,50€/kg)

Formato + ergonomia
forma que cabe na palma da mão, mas com uma base plana pouco confortável

Durabilidade
liberta demasiado produto e torna-se quebradiço com o tempo

Limpeza + efeito no couro cabeludo
lava bem, mas resseca o couro cabeludo, provocando comichão e descamação

Observações
é a opção que faz mais espuma e o cheiro fixa-se no cabelo

 

Se, numa situação futura, tiver necessidade de comprar alguma solução rápida, repetirei, sem hesitar, o Be Beauty care do Pingo Doce. Tenho o supermercado perto, o champô, apesar da forma pouco prática, é de qualidade, não resseca o cabelo e é a opção prática que mais faz sentido para mim. Não repetirei o Cien e o Ultra Suave, sobretudo pelos danos causados na pele do escalpe.

Não nos podemos esquecer que cada experiência é singular, por isso, apesar de sentir, enquanto consumidora, que as análises dos produtos são contributos valiosos para uma compra mais informada, nem toda a gente tem feedback negativo ou positivo sobre os mesmos assuntos. Há mercado para todos e o mais importante é agir de forma informada e consciente acerca do que se compra. O que não resultou bem comigo, pode funcionar muito bem contigo, e vice-versa!