A Razer decidiu alargar a sua gama de produtos de gaming no delicado tom Rosa Quartzo. Atualmente podemos encontrar neste tom rato, tapete, teclado, auscultadores, comando para PS4, … A lista é longa. A nós, coube-nos o privilégio de testar o Huntsman Opto-Mechanical Switch Keyboard. Mas antes de avançarmos para a análise, sinto-me na necessidade partilhar uma história convosco.

Corria o ano de 2010, e eu era uma inocente estudante do segundo ano da faculdade. O meu pobre portátil já há muito que dava sinais de desgaste, tendo o touchpad há muito deixado de funcionar. Portanto, para o seu desempenho elementar, eu fazia-me acompanhar sempre de um rato que havia comprado numa loja qualquer por meia dúzia de trocos. Eis quando, a meio da redação de um trabalho, acontece a catástrofe: o teclado, a par do colega, decide pôr fim à sua humilde existência. Pois é… Se tivesse um teclado extra, bem que não teria tido a necessidade de fazer parte do trabalho com… a opção de teclado no ecrã. Já no limite no pânico, acabei por comprar um computador novo na semana seguinte, não fosse mais qualquer coisa decidir abortar missão.

Voltando ao assundo. O sistema Opto-Mechanical do Hutsman funciona através da luz, o que dispensa o contacto mecânico metálico, resultando numa maior estabilidade das teclas e maior conforto na sua utilização. O teclado é barulhento. Muito barulhento. Máquina de escrever constipada barulhento. A mim não faz qualquer confusão, mas não esperem conseguir passar despercebidos ao usá-lo. Apresenta três níveis de altura para ajustar de acordo com as necessidades, no entanto, não consegui utilizar o mais alto por se tornar desconfortável para mim. Acertei muitas vezes por acidente nas teclas numéricas, que são mais altas que as restantes.

Para utilização como teclado comum, obriga a uma certa adaptação. Não é a opção mais convencional, e confesso que andei um pouco perdida com algumas das teclas porque a sinalização gráfica não coincide com a função dos caracteres. E encontrar o acento circunflexo/til aqui no meio? E o ponto de interrogação? Agora pensem no dilema que foi escrever estas últimas duas frases! Como tudo, trata-se de um processo de adaptação, isto porque a posição das teclas referidas – e outras tantas – coincide com a configuração habitual de qualquer outro teclado português, por isso, este “caçador” da Razer pode muito bem assumir funções como teclado de serviço para todas as situações.

A maior desvantagem? Talvez o preço. Apesar de ser um teclado bonito e com uma posição estética bem definida, não é a opção mais barata para o comum mortal, no entanto, não difere muito dos preços praticados habitualmente pela marca. Ainda assim, é, com toda a certeza, a solução ideal para devotos do cor-de-rosa.