Me Luna – O copo menstrual à medida de todas

Há já alguns anos que tive vontade de abandonar os tampões e os pensos higiénicos em busca de uma solução mais sustentável, saudável e económica. Sabendo eu da existência de soluções mais inteligentes no mercado, seria uma palermice insistir em algo que sei que gera imenso desperdício e que pode provocar complicações de saúde.

Com isto em vista, comprei um copo menstrual  Silver Care com as características que melhor se adaptavam ao meu corpo e… acabei por nunca o conseguir usar. O copo era muito grande, não abria após a inserção e o rebordo ficou danificado só por ter sido dobrado.

Sabendo que o ponto que falhara se devia à escolha da marca, quando tive conhecimento que a Me Luna iria marcar presença na Health 4 Beauty, não hesitei em me dirigir ao stand mal o localizei. Já conhecia a marca pelo que tinha lido online e atraiu-me particularmente pela versatilidade. Falei com a queridíssima Isabel Girão que confirmou a minha suspeita em relação ao copo anterior: era demasiado grande e com uma dureza inadequada aos meus músculos pélvicos, uma vez que pratico exercício físico regularmente. Comprei um Me Luna tamanho M, sporty, isto é, mais rígido, e com pega em bola.

Relativamente à utilização, em nada se compara com a aterradora primeira experiência com o copo anterior, ainda assim, não foi tão fácil quanto eu havia idealizado.

Copo esterilizado em água a ferver durante alguns minutos e toca a tentar usá-lo. E não é que ele também não abria no lugar? E não acertava com o colo do útero, era sempre ao lado! Três tentativas depois – e um ligeiro sangramento que me assustou – decidi não insistir e tentar mais tarde. Fui ao site do Me Luna, li umas quantas FAQ’s e decidi tentar com uma dobragem nova, em “7”. Posição confortável, copo dobrado e tcharaaaam! Magia! Abriu no sítio e ficou direitinho no lugar. Ainda assim, na vez seguinte em que o tirei para higienizar tive dificuldades em inseri-lo novamente. Mas à terceira ou quarta tentativa o processo já se havia tornado mais intuitivo… Lá acertei com a posição se inserção, colo do útero encaixadinho no lugar e copo a abrir sem grandes dificuldades. Isto dito assim até parece que foi simples, mas nem imaginam o drama, que nem novela mexicana, que se desenrolou nesta cabecinha meia em pânico.

Foi fácil? Não, nadinha. Mesmo, mesmo nada. Valeu a pena. Valeu, e vale sempre a pena quando é para bem da nossa saúde e para salvaguarda do ambiente.

Ecotools – Pincéis amorosos e amigos do ambiente

Desde muito cedo que as questões ambientais são uma preocupação no meu seio familiar, e apesar de algumas opções ainda não estejam ao alcance de qualquer carteira, há algumas escolhas simples e inteligentes que podemos fazer que beneficiam grandemente o nosso planeta.

Eu tinha menos de meia dúzia de pincéis de maquilhagem. Comprado um aqui, outro ali, um dado por uma amiga, mas à medida que me fui entusiasmando cada vez mais com a maquilhagem, fui sentido necessidade de adquirir um conjunto básico de pincéis que me permitisse fazer um look sem ter que dar uso aos dedinhos como instrumento prático. A Ecotools já tinha captado a minha atenção, isto porque sou menina de investir muito tempo a contemplar artigos que não tenho coragem de comprar em páginas online, e foi justamente numa destas incursões que adquiri o conjunto de pincéis de que vos vou falar.

O kit chama-se “Start the day beautifully”  e é composto por cinco pincéis: um delineador, um pincel de sombra, um de corretor, um de blush/pó e um pincel para aplicar base (que eu não uso porque… não gosto de usar base!). No cabo, para além da inscrição da marca, está indicada a função do pincel, para que não haja dúvidas quanto à sua utilização. São muito macios ao toque, muito confortáveis em termos de utilização e, o melhor de tudo, são vegan, cruelty free e com embalagens produzidas a partir de algodão e fibras de bambu, ou seja, sem plástico. Os pinceis são feitos de alumínio e plástico reciclados e os cabos de bambu são recicláveis. Não é maravilhoso?

No que concerne a preços, não custam mais do que qualquer outra marca de pincéis de maquilhagem de qualidade média. Fazendo as contas por alto, esse kit, de momento, no site da Primor, por exemplo, fica por 12,75€, ou seja, 2,55€ por pincel!

Alterar os nossos hábitos para outros mais sustentáveis é um desafio, sobretudo porque somos seres que facilmente se acomodam às coisas, mas não é impossível. Confesso que também eu ofereço resistência à mudança, e tenho algumas coisas em lista de espera para levar a cabo nesse setor, como, por exemplo, passar a consumir mais artigos de banho e de cosmética naturais, ecológicos e sem embalagens supérfluas, mas aos poucos creio que conseguirei atingir os meus objetivos.